terça-feira, 22 de agosto de 2017

Primavera Nos Dentes revivem Secos & Molhados

Primavera Nos Dentes - Foto: divulgação





Primavera Nos Dentes
Primavera Nos Dentes (Deckdisc, 2017)
Produzido pelo querido Rafael Ramos

O músico e pesquisador Charles Gavin começou a mergulhar no repertório do Secos & Molhados com o intuito de tocar aquelas canções clássicas da música brasileira. Aos poucos, outros músicos foram se juntando do projeto e logo tinham uma banda formada: Charles Gavin (Titãs / Ira!) na bateria, Paulo Rafael (Alceu Valença / Ave Sangria) na guitarra, Duda Brack (Duda Brack) no vocal, Pedro Coelho (Cássia Eller – O Musical / Dona Joana) no baixo e Felipe Ventura (Baleia / Xóõ / Cícero ) no violino e na guitarra.

Por mais de um ano e meio eles recriaram arranjos, ensaiaram e gravaram demo tapes aguardando o momento ideal de subirem aos palcos. Não tinham planos de gravar um disco tão cedo, mas receberam um convite do produtor Rafael Ramos (Pitty / Titãs / Vanguart) de gravar um álbum pela gravadora Deck. Com o projeto já devidamente batizado de Primavera nos Dentes (título de uma faixa do 1º LP do Secos & Molhados), entraram no estúdio Tambor, no Rio de Janeiro, com produção do próprio Rafael Ramos, para registrar releituras de 11 canções. Neste repertório não poderia faltar “Sangue Latino”, “Fala”, “O Patrão Nosso de Cada Dia”, “O Vira”, “Rosa de Hiroshima”, entre outros clássicos.

O processo criativo



"Sangue Latino"



"O Vira"



"Rosa de Hiroshima"




Veja também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário