terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Clemente & A Fantástica Banda Sem Nome ao vivo + entrevista

Clemente - Foto: Cesar Gavin

Programa Vitrola Verde
Direção, imagens, reportagem, pauta e edição por Cesar Gavin
Filmado em 26/01/2017 no Sesc Pompéia (São Paulo)

Convidado: Clemente & A Fantástica Banda Sem Nome




Fotos do show por Cesar Gavin

Clemente e a Fantástica Banda Sem Nome


Playlist - filmado por Cesar Gavin

sábado, 28 de janeiro de 2017

Charles Gavin - Entrevista " Panamericana, o show e o disco"

Charles Gavin - Foto: Cesar Gavin

Programa Vitrola Verde
Direção, imagens, reportagem, pauta e edição por Cesar Gavin
Filmado em 27/11/2016 no  Teatro Caixa Cultural (Rio de Janeiro)

Convidado: Charles Gavin (baterista da Panamericana e apresentador do programa O Som do Vinil no Canal Brasil ).


sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Vodu ao vivo no Prêmio Dynamite 2016

Vodu - Foto: Cesar Gavin

Prêmio Dynamite 2016
Local: Teatro Sergio Cardoso em 25/01/2017
Filmado por Cesar Gavin
Vodu recebendo prêmio Dynamite - Foto: Cesar Gavin


"Walking With Fire"

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

sábado, 21 de janeiro de 2017

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Entrevista com Rick Vecchione, baterista do Made In Brazil e Saco de Ratos



Canal Vitrola Verde
Direção, imagens, reportagem e edição por Cesar Gavin.

Convidado: Rick Vecchione, baterista do Made In Brazil e Saco de Ratos


Alf Sá lança "Você Já Está Aqui", seu primeiro álbum solo

Alf Sá - Foto: Ronaldo Franco


Conhecido por integrar bandas como Rumbora, Supergalo, Câmbio Negro e Raimundos, Alf Sá liberou, nesta sexta-feira (20), o streaming do primeiro álbum solo intitulado “Você Já Está Aqui”, que tem produção de Alf e Biu, e mixagem e masterização de Sérgio Soffiatti.

“Você Já Está Aqui” chega às lojas no próximo mês pela gravadora Hearts Bleed Blue (HBB), e Alf compara o novo trabalho a um processo de autoanálise. “Fiz uma regressão pra entender o que ficou desde que fui intoxicado pela música ainda na infância. Puxei pela memória e alguns elementos saltaram aos olhos e ouvidos: O groove hipnótico e sexy da música negra, o espaço e imersão das trilhas sonoras, o mistério do pós-punk, o poder dos riffs setentistas, o futurismo dos sintetizadores e baterias eletrônicas, a ginga e malícia das percussões do terreiro, a urgência do chão batido e seco da música do agreste, estórias de amor e sexo, realidade crua e fantasia”, explica.

Para Alf, é importante que uma estória seja bem contada, daquelas que nos faz sentir “o cheiro, o gosto” e enxergar o que a música tem a dizer. Reunindo as suas inspirações, que abrangem desde as trilhas sonoras até a literatura, o cinema, e a fotografia, Alf decidiu criar, junto com Luciana Tolentino e Daniel Lopes, uma arte para cada uma das faixas do disco. “Fiz questão de que cada música tivesse uma arte própria com detalhes como o das capas de vinil que eu ficava viajando quando era moleque enquanto viajava no som, totalmente imerso na experiência”, conta.

O álbum tem participações especiais de Black Alien, Fred Castro (Raimundos/Supergalo/Autoramas), PJ (Jota Quest), Deb Babilônia (Deb & The Mentals), Pedro Souto (Almirante Shiva), Malásia (Ultramen), e Iuri Rio Branco.


quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Clemente & A Fantástica Banda Sem Nome no HBB Live Sessions

Clemente & A Fantástica Banda Sem Nome - Foto: Divulgação

Clemente e A Fantástica Banda Sem Nome, projeto solo de Clemente Nascimento, figura ilustre da cena punk rock brasileira, inaugurou a nova versão do “HBB Live Sessions”, que agora conta com a presença do público nos pocket shows que acontecem no escritório da gravadora Hearts Bleed Blue.

A banda, composta também por Joe Gomes (baixo), Johnny Monster (guitarra) e Rodrigo Cerqueira (bateria), apresentou no “HBB Live Sessions”, que tem direção de Chuim Trindade, seis canções do álbum de estreia “Antes que Seja Tarde”, lançado pela HBB em agosto de 2016.

No dia 26 de janeiro, é a vez dos integrantes do Clemente e A Fantástica Banda Sem Nome subirem ao palco do Sesc Pompéia, na capital paulista. O show está marcado para às 21h30 na Comedoria do Sesc, que tem capacidade para 800 pessoas, e os ingressos variam de R$ 9 a R$ 30.


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Oswaldo Vecchione (Made in Brazil) no programa Filhos da Pátria



Programa Filhos da Pátria (Kiss FM)
Apresentado por Clemente Nascimento e Marcelo Andreassa
Convidado: Oswaldo Vecchione (Made in Brazil)
Data: 18/01/2016


Xando Zupo ao vivo a cada semana

Foto - Grace Lagoa


Xando Zupo e banda - Foto: Grace Lagôa


Xando Zupo, guitarrista e compositor que passou pelas bandas Big Balls, Pedra, Patrulha do Espaço e Harppia começa o ano de 2017 divulgando seu novo trabalho solo na web.

Em nota (leia na íntegra aqui), Xando Zupo, comenta que a cada semana um novo vídeo ao vivo será publicado, intercalando entre a Live Session no Estudio 500 e o show no Sesc Belenzinho.

Playlist

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Barão Vermelho: Sai Frejat, entra Rodrigo Suricato

Foto: O Globo


Fora dos palcos desde 2013, o Barão Vermelho anunciou neste terça a saída de Roberto Frejat (co-fundador da banda) e entrada de Rodrigo Suricato na guitarra e voz.

Nota pelo baterista Guto Goffi em seu perfil no Facebook




"Seremos todos iguais um dia, não é mesmo? Mas a minha caveirinha, será sempre vermelha. Do pó viemos e ao pó voltaremos, reza a Bíblia sagrada. Sagrado pra mim, é manter a chama acesa, mesmo com o que a vida lhe aplica e concede. Para existir, uma banda de rock, tem que ter a vontade de estar junta, e com a sua convivência harmônica e rítmica, voto a música, uma leve melodia de assovio. Não tínhamos mais esse alívio entre nós, na última formação do grupo. As combinações e idéias eram sempre distantes e sem grandes pretensões futurísticas. Quando escolhi ser músico e na sequência fundei com o Maurício Barros o Barão Vermelho, embutimos nisso os nossos sonhos, mais íntimos e poderosos. Era a força da adolescência querendo propor algo novo e que seria para sempre. Quando eu e Maurício, escolhemos o Dé, o Frejat e o Cazuza, sabíamos que esse time fechava uma Estrela de cinco pontas e que correríamos o mundo atrás daquele sonho. Infelizmente, uns foram ficando pelo caminho, pensando mais em si próprios e se afastando do verdadeiro Barão, da coletividade, que tínhamos quando começamos juntos. Na sequência das substituições vieram, Fernando Magalhães, Peninha, Dadi e depois o Rodrigo, todos escolhidos por mim, ou pelo Maurício Barros. A família Barão Vermelho tem pai e mãe, vivos e presentes, o que me dá certa tranquilidade, quanto as escolhas e convites. Acho que realmente somos pés quentes e sabemos escolher.

O convite ao Rodrigo Suricato, indicado pelo Maurício Barros, me fez embarcar com fé nesta nova jornada, e ponho as minhas fichas, nesse cavalo forte e detentor de um Grammy Latino, de melhor grupo de rock. Do "Orixá Barão Vermelho, somos todos cavalos de força e propulsão, uma banda de rock precisa de combustível e não se acha ou compra isso com o passado. O presente é muito mais importante, do que, o que já foi feito um dia. Pelo passado recebemos elogios e tapinhas nas costas, e pouco mais do que isso. Quem quiser curtir só o passado do Barão, verá no documentário do grupo, dirigido pela Mini Kerti, um pouco de tudo o que passamos, está fácil de ver e curtir... Quem quiser ver o que virá na fase nova da banda, terá que comprar o seu ingresso e pegar um bom lugar pra assistir e constatar que o tempo não para mesmo e que estarmos vivos representa muito mais do que se possa imaginar. Vi de perto o amigo Peninha dividir o palco comigo por 31 anos e partir daqui triste, pois não estava fazendo o que mais amava, que era tocar e atuar com o Barão. Eu não posso esperar mais por milagres e demandas, os cães ladram e a caravana passa com sabedoria. A arte e o risco, são como unha e carne e morrerão juntas. Quem gosta de ser previsível nas artes? Depois de todo o rebuliço com a volta do Barão, fica claro pra mim que a hora de comemorarmos e celebrarmos a vida é agora, e dividirmos o que construímos juntos. O que não dá, é você morrer enfraquecendo dia a dia, e esperar chegar no céu ou inferno, pra pedir uma cerveja!

Por isso desce um Jack Daniels duplo, cowboy mesmo, acenda aquela fumaça e pulverize os que pensam mais do que fazem. Eu prefiro fazer, pra depois explicar... Um dia estaremos todos no paraíso e tocaremos de novo, juntos na Big Band do Barão Vermelho!"


Video po Por Guto Goffi (Fonte: https://www.facebook.com/baraovermelhooficial)


Ana Cañas ao vivo no Metrópolis

Adriana Couto e Ana Cañas - Foto: Acervo Ana Cañas
Programa Metrópolis (TV Cultura)
Apresentado por Adriana Couto
Data: 13/01/2017


Blitz ao vivo no Teatro J. Safra

Blitz - Foto: Cesar Gavin


Blitz ao vivo no Teatro J. Safra

Fotos e Imagens por Cesar Gavin.
Filmado em 13/01/2017

Fotos

Blitz



Playlist:

Kamboja - CD "Até o Freio Estourar"



Produzido por Rogério Wecko Mainente
Baratos Afins, 2016

"Pra Sempre Campeão"

Fogo Cruzado ao vivo no Showlivre

Fogo Cruzado com Clemente - Acervo: Anselmo Carlucci 


Programa Showlivre (Web)
Apresentação: Clemente Nascimento
Data: 12/01/2017

Fogo Cruzado
Valter Muniz - bateria e vocal
Ari Baltazar - guitarra e vocal
Anselmo Carlucci - baixo e vocal
Demente - voz


Sergio Martins (jornalista) comenta o álbum "Õ Blésq Blom" dos Titãs

Cesar Gavin e Sergio Martins

Canal Vitrola Verde
Direção, imagens, reportagem e edição por Cesar Gavin.

Convidado: Sergio Martins (jornalista e crítico musical da revista Veja)


segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Blitz no programa Metrópolis

Blitz no Metrópolis - Foto: Acervo da banda

Programa Metrópolis (TV Cultura)
Apresentado por Adriana Couto
Data: 16/01/2017

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Dé Palmeira - Entrevista "Panamericana e o primeiro disco do Barão Vermelho"




Programa Vitrola Verde
Direção, imagens, reportagem, pauta e edição por Cesar Gavin
Filmado em 27/11/2016 no  Teatro Caixa Cultural (Rio de Janeiro)

Convidado: Dé Palmeira - baixista, violonista e vocais  na banda Panamericana e ex-baixista das bandas Barão Vermelho e Fausto Fawcett e Básico Instinto; apresentador do programa "Estação Roquenrou" (Canal Brasil)


segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Entrevista com o cantor Toni Platão no Vitrola Verde



Programa Vitrola Verde
Direção, imagens, reportagem, pauta e edição por Cesar Gavin
Convidado: Toni Platão cantor da Panamericana e ex-cantor do grupo Hojerizah.

Além da carreira solo, Toni Platão comenta sobre as bandas Panamericana, Hojerizah e ainda fala sobre o segundo disco da Legião Urbana, um de seus álbuns favoritos.