sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Voluntários da Pátria ao vivo (ensaio) no Vitrola Verde



Programa Vitrola Verde
Direção, imagens, reportagem e edição por Cesar Gavin.

Filmado em 06/10/2016.

Ensaio para o reencontro - show no Sesc Belenzinho

A história da banda se confunde com a do rock underground paulistano da primeira metade da década de 1980, assim como a do Ira!, Mercenárias, Smack, Azul 29 e Akira S e as Garotas que Erraram.

O grupo foi formado em setembro de 1983 por Thomas Pappon, Miguel Barella e Minho K e por ele passaram nomes do underground tais como Mauricio (Ultraje a Rigor), Nasi e Ricardo Gaspa (Ira!), Guilherme Isnard (Zero), Akira S e Edson X (Akira S e as Garotas que Erraram, Gueto). O próprio Thomas Pappon deixou o grupo após a gravação do LP para fundar o Fellini.

Em 1984 o Voluntários da Pátria gravou um LP – lançado pela Baratos Afins – com a formação considerada clássica: Nasi (vocal), Miguel Barella (guitarra), Giuseppe “Frippi” Lenti (guitarra), Ricardo Gaspa (baixo), Thomas Pappon (bateria). O disco foi bem-recebido pela crítica da época, que destacava as boas composições, arranjos e interpretação da banda. Foi reconhecido internacionalmente por estar presente em coletâneas como No Wave (Man Recordings, Alemanha) de 2005, e No Wave Revisited (EP 12”com remixes).

Para este show, o grupo reuniu e se preparou para fazer a apresentação definitiva, com a formação clássica (com exceção do baixista, que será substituído por Sandra Coutinho).


Nenhum comentário:

Postar um comentário