domingo, 30 de outubro de 2016

Ciro Pessoa ironiza a MPB



Programa Vitrola Verde
Direção e apresentação: Cesar Gavin
Fotografia: Marcelo Panda
Trilha de abertura: "Rock" (Mario Fabre)
Data: 2015

"Cubículo fétido claustrofóbico que é a MPB"

Convidado: Ciro Pessoa (poeta, músico, escritor, compositor, ex- Titãs e ex- Cabine C)

"Que país é esse?"- O clássico do Rock brasileiro interpretada pelos dinossauros



Clássico do Rock brasileiro

"Que País é Esse?" (Renato Russo)

Qual é a melhor versão. Comente!


Aborto Elétrico - 1981




Legião Urbana - 1987




Os Paralamas do Sucesso (2000)




Capital Inicial (2005)




Titãs (2006)

sábado, 29 de outubro de 2016

Livro: Guerrilha! (a história da Dorsal Atlântica)


Beat Press, 2015
Autor: Carlos Lopes

Livro que retrata a trajetória de unas das primeiras bandas de metal/punk do Brasil, A Dorsal Atlântica. Contada pelo próprio líder, fundador, guitarrista e vocalista, Carlos Lopes. Um item raro e essencial para apreciadores e estudiosos do estilo.

Guerrilha! (a história da Dorsal paralelamente à história da própria cena metal) foi lançada, pela Beat Press.

O livro originou também o documentário de mesmo nome e teve lançamento em DVD.

Sepultura! Making of do novo álbum


THE TRACKLIST OF MACHINE MESSIAH
01. Machine Messiah
02. I Am The Enemy
03. Phantom Self
04. Alethea
05. Iceberg Dances
06. Sworn Oath
07. Resistant Parasites
08. Silent Violence
09. Vandals Nest
10. Cyber God












O Sepultura disponibilizou no site oficial informações do próximo álbum e making of de "Machine Messiah". Leia a nota na íntegra:

“Encontrei o trabalho de Camille Dela Rosa durante pesquisas que eu estava fazendo sobre artistas alternativos para trabalhar na capa do nosso novo álbum. Eu tinha o conceito na minha mente e o nome do álbum, ‘Machine Messiah’, mas isso não importava muito, pois eu estava à procura de diferentes estilos e ideias, artistas diferentes. Quando vi as pinturas dela fiquei realmente impressionado pelo seu estilo, cheio de cores e significado, muito originais e vivos! Ela vem das Filipinas, um lugar onde nós tocamos há alguns anos e que nós podíamos sentir a intensidade de sua cultura, muito poderosa! Ela tem esse poder em suas pinturas e desenhos!

A principal inspiração em torno de ‘Machine Messiah’ é a robotização da sociedade hoje em dia. O conceito de uma “Máquina Divina” que criou a humanidade e agora parece que este ciclo está se fechando, retornando ao ponto de partida. Nós viemos de máquinas e estamos indo de volta para de onde viemos. O Messias, quando ele voltar, vai ser um robô, ou um humanóide, nosso salvador biomecânico.

A pintura "Deus Ex-Machina" é uma obra-prima! Fiquei realmente chocado ao ver como seu conceito de pintura era um ajuste perfeito para o nosso conceito! A capa foi feita há seis anos para o nosso novo álbum e ela (Camille Dela Rosa) não sabia disso! Nem eu, mas estou feliz que nossos caminhos se cruzaram. A obra de Camille é intensa e é bem na sua cara. Temos a sorte de ter uma grande artista trabalhando com a gente, ela é gentil e muito talentosa. Ela traz algo novo e excitante para uma carreira de 32 anos da banda, período em que artistas incríveis criaram memoráveis e icônicas capas de discos para o Sepultura.

Estou muito feliz com tudo sobre o Machine Messiah, é um álbum do Sepultura, mas com uma nova direção e intensidade, um novo desafio musical, um passo em frente! Mal posso esperar para mostrar ao mundo a nossa música para o novo “Messias” que está chegando".

Andreas Kisser


Making Of


Gabriel Thomaz Trio - ao vivo



Trio de Rock instrumental formado por Gabriel Thomaz (Autoramas), com influências de Surf Music, Indie Rock e Garage Rock.

Foto: divulgação

Formação:

Gabriel Thomaz - Guitarra
Jairofa - Baixo
Bruno Peras - Bateria

Ao vivo no festival Garageira (São Paulo / SP) em 2016

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Livro: Meninos em Fúria com Clemente e Marcelo Rubens Paiva no Metrópolis





Editora Alfaguara, 2016

Resenha do livro: Março, 1983. Diante de uma plateia atônita, Clemente e sua banda, os Inocentes, começam a tocar acordes rápidos. Ariel, o vocalista, cai do palco e segue cantando com o microfone desligado. Clemente, no baixo, toma os vocais. Caos e confusão, um show que se tornaria um marco do rock brasileiro. Em 1982, Marcelo Rubens Paiva havia acabado de sofrer o acidente que o colocara numa cadeira de rodas. Conhece Clemente e as bandas punks e começa a escrever seu livro, Feliz ano velho. Um livro vibrante — que se lê como um romance, mas onde tudo é estritamente real — que fala não só do movimento punk e da sublevação da periferia, mas também da abertura política brasileira, da fúria e do desencanto dos anos 1980.



Supla no programa 5 discos

Supla e Rodrigo Rodrigues


Programa: 5 discos (TV Gazeta)
Apresentação: Rodrigo Rodrigues
Data: 07/10/2016

Conhecido por seu estilo único, por sua personalidade polêmica e atitude impactante, Supla trouxe "5 Discos" incríveis e históricos de artistas como David Bowie, The Beatles, Tokyo, Cat Stevens e dele mesmo!

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Oswaldo Vecchionne (Made In Brazil) no Veja Música


Sergio Martins e Oswaldo Vecchionne

O grupo liderado pelos irmãos Oswaldo e Celso Vecchione completa 48 anos de atividade com o DVD ao vivo. Em entrevista ao VEJA Música, Oswaldo fala das diversas mudanças de rumo do grupo, revela que a maquiagem dos Secos & Molhados foi inspirada no primeiro visual do Made in Brazil e que o ex-vocalista Cornélius Lúcifer era superior a Robert Plant, do Led Zeppelin

Apresentação: Sergio Martins




Links relacionados:


quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Golpe de Estado ao vivo no Clash Club com Catalau e Carlini

Foto: Bolívia e Cátia Rock



Clash Club (São Paulo / SP)
Data: 19/10/2016
Comemorando 30 anos de banda, o Golpe de Estado faz show comemorativo com participações de Catalau (ex-cantor), Luiz Carlini (guitarra), Ronaldo Giovanelli (voz) e Mateus Schanoski (teclados)

Atualmente A banda é formada por:
Rogério Fernandes: - voz
Nelson Brito: baixo
Roby Pontes: bateria
Marcello Schevano: guitarra





Imagens: Bolívia e Cátia Rock

Programa Baú do Rock - Especial Golpe de Estado



Programa Baú do Rock (Rádio Rock Nation)
Apresentação e produção: Bolívia Rock
Data: 25/10/2016


Especial - GOLPE DE ESTADO c/ CATALAU + LUIZ CARLINI - Clash Club -(23/10/2016)
E mais: PESCADORES DE ÁGUA-VIVA, POLACO & A TRINDADE, RENATO BARUSHI, RICARDO VIGNINI & ZÉ HELDER, XANDO ZUPO, DUDÉ E A MÁFIA, OS MUTANTES, LU VITTI, REVERENDO FRANKESTEIN


terça-feira, 25 de outubro de 2016

João Barone (Paralamas do Sucesso) no programa 5 discos

João Barone e Rodrigo Rodrigues - Foto: Instagram rr_tv
Programa: 5 discos (TV Gazeta)
Apresentação: Rodrigo Rodrigues
Data: 24/10/2016

João Barone conta quais são seus 5 discos preferidos e como foi sua carreira como baterista na banda Os Paralamas do Sucesso.


segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Violeta de Outono ao vivo no Sesc Belenzinho

Fabio Golfetti - Foto: Silmara de Olveira


Violeta de Outono  ao vivo no Sesc Belenzinho
Data: 22/10/2016

Fabio Golfetti - Guitarra, Vocal
Gabriel Costa - Baixo
Fernando Cardoso - Orgão, Piano, Synth
José Luiz Dinóla - Bateria

"Outono"
Imagens: Bolívia e Cátia Rock

domingo, 23 de outubro de 2016

André Christovam - Entrevista: Álbum Nem Polícia, Nem Bandido - Golpe de Estado


Programa Vitrola Verde
Direção e apresentação: Cesar Gavin
Trilha de abertura: "Rock" (Mario Fabre)
Agradecimento: Marcelo Panda
Data: 2015

Convidado: André Christovam (guitarrista, produtor, compositor e cantor)

André revela vários segredos da produção do álbum "Nem Polícia, Nem Bandido" do Golpe de Estado .

Lobão e Marina Lima - "Me Chama" (Por trás da canção)


Programa Por Trás da Canção
"Me Chama" (Lobão)
Canal Bis
Ano: 2015

Por Lobão (revista Rolling Stone): “‘Me Chama’ foi feita aos pedaços. Primeiro, me veio na cabeça uma frase de constatação que me perseguia: ‘Nem sempre se vê mágica no absurdo’. Foi a motivação original para que eu pensasse em transformar aquilo numa canção. Em seguida, fiz uma linha melódica que acabou migrando para se tornar ‘Noite e Dia’, parceria com o Julio Barroso. E lá estava a frase, órfã novamente, esperando por outra melodia.

Dois anos depois, estava dedilhando o violão e me veio uma linha que tinha achado particularmente vulgar. Coisa que logo descartaria, não fosse por um amigo, que ouviu o som: ‘Isso é um puta hit! Acaba logo isso’. Pronto, já tinha uma melodia e uma frase. Mas faltava o resto, a ‘lágrima no escuro’. Meses depois, voltei da Holanda, onde deixei minha namorada lá por seu pai ter morrido, e a ‘nem sempre se vê’ voltou a martelar. Sozinho, por puro tédio, decidi pintar as paredes da sala num dia de frio, chuva e telefone cortado. Como só recebia ligação de fora, eu olhava para o telefone e vinha a premente necessidade de rezar para ela me ligar. Daí, nasceu a canção como a conhecemos.

Me orgulho de ter uma canção que muitos gostam de cantar e gravar. Na versão da Marina, inclusive, fui eu quem gravou a bateria. Um pouco preocupado, pois achava que o refrão tinha que ser mais cadenciado para passar a dramaticidade da frase. Ela achava o oposto, que o refrão era um puta gancho se fosse tocado de um modo mais ‘pra frente’. Toquei como ela queria e fiquei feliz por ter deixado a Marina satisfeita, e por ter sido ela a responsável pela canção virar um sucesso.

Quanto à versão do João Gilberto, achei carinhoso da parte dele inserir uma canção minha em seu repertório, uma vez que ele já não gravava nada diferente havia uns 20 anos. O arranjo ficou lindo, a interpretação impecável. Minha pequena aflição consiste em perceber que a frase do refrão que originou a música foi evaporada. Depois, vim a saber, pelo próprio João, que ele a tirou por não ter entendido o significado. Como já dizia eu, nem sempre se vê mágica no absurdo.”



Lobão - Por Trás da Canção - Me Chama - 28/06/2015 por lwramones

sábado, 22 de outubro de 2016

A Trilha do Rock no Brasil - Série



Série documental apresenta a história do gênero musical no país. Direção de Darcy Burger.
Canal Brasil.

Estreia: sexta, dia 21/10, às 21h. 1º Horário: sexta, às 21h. Alternativos: sábado, às 15h30 e segunda, às 12h30.

Existe apenas um som tipicamente brasileiro? Quando, em 1967, artistas foram às ruas para conter a invasão das guitarras elétricas, não imaginavam a grandiosidade que o rock assumiria no país. As histórias por trás desse gênero musical embalam o programa documental idealizado por Luiz Antônio Mello e dirigido por Darcy Burger. Dono de uma das vozes mais consagradas do Brasil, Cauby Peixoto foi o responsável pela primeira gravação de um rock cantado em português. A partir do fato curioso, a série investiga todo o trajeto percorrido pelo ritmo em solo tupiniquim, indo desde o iê-iê-iê, representado pela Jovem Guarda, até a miscigenação sonora contemporânea que cruza todas as regiões. Jorge Mautner, um dos entrevistados da atração, afirma que esse gênero no Brasil é resultado de um amálgama cultural, como defendido pelo poeta naturalista José Bonifácio de Andrada e Silva.

Além de Mautner, vários nomes da música marcam presença, como Albert Pavão, Roberto Frejat, Ronnie Von, João Barone, Evandro Mesquita, Paulo Miklos, Dado Villa-Lobos, Eduardo Dussek e Ney Matogrosso, entre outros, além de depoimentos de jornalistas renomados, como Arthur Dapieve, Nélio Rodrigues e Guilherme Bryan.


Beth Carvalho mobilizou artistas para expulsar os Mutantes do RJ - Com Ciro Pessoa



Programa Vitrola Verde
Direção e apresentação: Cesar Gavin
Fotografia: Marcelo Panda
Trilha de abertura: "Rock" (Mario Fabre)
Data: 2015

"Beth Carvalho mobilizou artistas para expulsar os Mutantes do RJ"

Convidado: Ciro Pessoa (poeta, músico, escritor, compositor, ex- Titãs e ex- Cabine C)


Maskavo Roots - Maskavo Roots (CD)




CD Maskavo Roots - Maskavo Roots
(Banguela / Warner, 1995)


Maskavo Roots no MTV no Ar em 1994 - 1º disco


Maskavo Roots - "Besta Mole"


sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Renato Russo - Elogios e críticas sobre o "trovador solicitário", por Regis Tadeu



20 anos após sua morte, Renato Russo continua em evidência. Para o crítico musical Regis Tadeu, a "genialidade" vinha de textos "roubados" de livros e músicas plagiadas. Concorda?





Links relacionados:

As Mercenárias no filme "Vera" (1986)



Sinopse do filme "Vera" (1986) - Uma menina luta para encontrar seu lugar num mundo cada vez mais complexo e hostil. Órfã, passa a adolescência num internato onde, aos poucos, começa a desenvolver uma personalidade masculina e a se impor às outras meninas. Aos dezoito anos, sai do internato e, com a ajuda de um professor, consegue arranjar emprego e começar a vida. No trabalho, conhece Clara (Aida Leiner) e tenta se aproximar dela. As duas se tornam amigas e Vera (Ana Beatriz Nogueira) radicaliza seu comportamento, tentando convencer Clara de que é um homem, vestindo-se e comportando-se como tal.

Prêmios
1986
Troféu Candango (Festival de Brasília)
 Melhor atriz: Ana Beatriz Nogueira (dividido com Louise Cardoso, por Baixo Gávea)
Melhor trilha sonora: Arrigo Barnabé, Roberto Ferraz e Tércio da Motta Melhor som: José Luiz Sasso

1987
Urso de Prata (Festival de Berlim)
Melhor atriz: Ana Beatriz Nogueira
Indicado: Sérgio Toledo (diretor) para Urso de ouro.

O filme tem a particpação também das Mercenárias, grupo conceituado de rock brasileiro dos anos 80.

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Catalau - Entrevista no programa Estúdio Rock

Catalau - Foto: Divulgação

Programa Estúdio Rock (Rádio Rock Nation)
Apresentação: Evandro De Marco 
Convidado: O cantor Catalau (ex- Golpe de Estado)
Data: 19/10/2016
http://www.radiorocknation.com/

Cristo anistiado - Finho comenta a composição do M.M.D.C e 365



Programa Vitrola Verde
Direção e apresentação: Cesar Gavin
Fotografia: Marcelo Panda
Trilha de abertura: "Rock" de Mario Fabre
Ano: 2015

Convidado: Finho (poeta, compositor, cantor e músico). O compositor comenta no programa como foi o processo de composição da canção "Cristo Anistiado", que faz parte do repertório das bandas M.M.D.C. e 365.

Assista no link: https://youtu.be/gkbkS13Pxag?t=16m17s


Finho e Cesar Gavin no Vitrola Verde





quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Vodu - "Walking With Fire" (Single)




Vodu - "Walking With Fire" (Single)
Gravado em outibro de 2016 no High Five Studio
Tec. de Gravação: Pedro Hernandes
Mixagem: Jose Luis "Xinho" Gemignani e Fabricio Morais


As histórias de Guilherme Arantes (40 anos) - Documentário de 1974 a 1976 (temporada 1)



De 1974 a 1977 - Nesta temporada, Guilherme Arantes aborda sobre a sua formação musical; as origens de seu primeiro projeto profissional, com a banda Moto Perpetuo; sua saída da banda e inicio da carreira solo, com o estouro em 76 com a musica "Meu mundo e nada mais"; período de sua primeira gravadora, "Som Livre"; produção e execução do seu segundo disco solo, de 1977, "Ronda noturna"



terça-feira, 18 de outubro de 2016

Metrô - "A vida é bela lalaiá" (single 2016)



Digital, 2016

Musica : Virginie
Letra : Rubinho Jacobina
Gravada entre Agosto e Setembro de 2016 em Barra do Una, SP e RJ.
Mixada e masterizada no estúdio BR AUDIO / RJ
Gravação e mixagem : Bruno LT
Produção : Dany Roland
Co-produção : Bruno LT
Foto da capa : Bruno LT
Metrô
Voz : Virginie
Guitarra : Alec Haiat
Teclados : Yann Lao
Baixo : Zavie Leblanc
Bateria : Dany Roland

Lobão - Acústico e entrevista no programa Charme



Lobão esteve duas vezes em 2007 no programa Charme (SBT), apresentado por Adriane Galisteu. Além da entrevista, Lobão tocou trechos de "Me Chama", "Vida Bandida", entre outras.

Produção Musical: Cesar Gavin


PARTE 1 - ENTREVISTA


PARTE 2 - ENTREVISTA


PARTE 3 - ENTREVISTA E "VOU TE LEVAR"



PARTE 4 - "ME CHAMA" + "VIDA BANDIDA"



PARTE 5 - "ESSA NOITE NÃO"


SP Rock História e Punk Rock da independência



Programa Vitrola Verde
Direção e apresentação: Cesar Gavin
Fotografia: Marcelo Panda
Trilha de abertura: "Rock" de Mario Fabre
Ano: 2016

Convidado: Wlad Cruz (jornalista do Zona Pauk e diretor de programas e documentários)


Robertinho do Recife "Metal Mania" no Som do Vinil



Álbum Metal Mania (RCA, 1984)

Programa O Som do Vinil
Apresentado por Charles Gavin
Canal Brasil
Ano: 2015


PA (RPM) - Entrevista: "De volta pra revolução! Na bagagem: outros discos"




Programa Vitrola Verde
Direção e apresentação: Cesar Gavin
Fotografia: Marcelo Panda
Trilha de abertura: "Rock" (Mario Fabre)
Ano: 2015

Convidado: P.A. Pagni (baterista do RPM)


segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Voluntários da Pátria - Entrevista no Vitrola Verde



Programa Vitrola Verde
Direção, imagens, reportagem e edição por: Cesar Gavin
Trilha de abertura: "Rock" (Mario Fabre)
Ano: 2016


Cornelius, Made In Brazi e álbum Jack, o estripador



Programa Vitrola Verde
Direção e apresentação: Cesar Gavin
Fotografia: Marcelo Panda
Trilha de abertura: "Rock" (Mario Fabre)
Data: 2015

Convidado: Percy Weiss (ex-cantor das bandas Made In Brazil, Patrulha do Espaço, Harppia e Quarto Crescente)


domingo, 16 de outubro de 2016

"Bala Com Bala", o Samba Jazz de Elis Regina e Negra Li




Em 1972, Elis Regina gravou o álbum "Elis", com seu marido César Camargo Mariano, que tinha saído da banda de Wilson Simonal e tornado-se músico e arranjador da cantora. Além de "Bala com Bala", neste disco destacam-se "20 Anos Blues", "Casa no Campo" e "Atrás da Porta".

Este álbum foi produzido por Roberto Menescal e é considerado um dos melhores discos de Elis, disco que mistura Blues, MPB e Samba Jazz.





Elis Regina - "Bala com Bala" (faixa de João Bosco / Aldir Blanc)



Em 2009, a cantora Negra Li homenageou Elis no Programa Mosaicos (TV Cultura) - A arte de Elis Regina
Produção musical: Cesar Gavin

sábado, 15 de outubro de 2016

O Blues Rock do Blues Pack




O Blues Pack é um power trio de Blues/Rock formado pelo baixo pesado e pulsante de Ricardo Gaspa a bateria ágil e precisa de Manny Monteiro e a guitarra enérgica de Norba Zamboni e que juntos fazem um som com sangue nos olhos.

Videoclipe "Rock Me Baby"



Entrevista no Flix TV
Apresentação de Célia Coev

Sioux 66 - Caos (CD)



Sony Music, 2016
Produzido por Henrique Baboom

Ouça o álbum aqui


Videoclipe "Tudo Que Restou"

O Zero Hora e a Vila Santa Catarina



Programa Vitrola Verde
Direção e apresentação: Cesar Gavin
Fotografia: Marcelo Panda
Data: 2014
Trilha de abertura: "Rock" de Mario Fabre
Link do canal: https://www.youtube.com/user/VitrolaVerdeTV
Info e programas: http://www.cesargavin.com/#!vitrola-verde/c17jv

Convidado: Charles Gavin (baterista)


sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Os guitarristas do Ultraje a Rigor




Programa Vitrola Verde
Direção e apresentação: Cesar Gavin
Fotografia: Marcelo Panda
Trilha de abertura: "Rock" (Mario Fabre)

Convidado: Roger (Ultraje a Rigor) comenta a passagem de todos os guitarristas pela banda. São eles: Marcos Kleine, : Edgard Scandurra, Sérgio Serra, Carlo Bartolini e Heraldo Paarmann.

Assista aqui


Voluntários da Pátria ao vivo (ensaio) no Vitrola Verde



Programa Vitrola Verde
Direção, imagens, reportagem e edição por Cesar Gavin.

Filmado em 06/10/2016.

Ensaio para o reencontro - show no Sesc Belenzinho

A história da banda se confunde com a do rock underground paulistano da primeira metade da década de 1980, assim como a do Ira!, Mercenárias, Smack, Azul 29 e Akira S e as Garotas que Erraram.

O grupo foi formado em setembro de 1983 por Thomas Pappon, Miguel Barella e Minho K e por ele passaram nomes do underground tais como Mauricio (Ultraje a Rigor), Nasi e Ricardo Gaspa (Ira!), Guilherme Isnard (Zero), Akira S e Edson X (Akira S e as Garotas que Erraram, Gueto). O próprio Thomas Pappon deixou o grupo após a gravação do LP para fundar o Fellini.

Em 1984 o Voluntários da Pátria gravou um LP – lançado pela Baratos Afins – com a formação considerada clássica: Nasi (vocal), Miguel Barella (guitarra), Giuseppe “Frippi” Lenti (guitarra), Ricardo Gaspa (baixo), Thomas Pappon (bateria). O disco foi bem-recebido pela crítica da época, que destacava as boas composições, arranjos e interpretação da banda. Foi reconhecido internacionalmente por estar presente em coletâneas como No Wave (Man Recordings, Alemanha) de 2005, e No Wave Revisited (EP 12”com remixes).

Para este show, o grupo reuniu e se preparou para fazer a apresentação definitiva, com a formação clássica (com exceção do baixista, que será substituído por Sandra Coutinho).


Violeta de Outono - Spaces


Independente, 2016

Saiba mais aqui

Fabio Golfetti: guitarra e voz
Gabriel Costa: baixo
Fernando Cardoso: teclado e piano
José Luiz Dinóla: bateria

Teaser do disco

quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Rita Lee - A saída dos Mutantes / Mamãe Natureza



Em entrevista, Rita Lee comenta emocionada sua saída dos Mutantes (1972) e a formação da carreira solo.

Imagens: Rogério Kiss

1982 - Cadê o Socialismo? Faixa dos Voluntários da Pátria



Programa Vitrola Verde
Direção e apresentação: Cesar Gavin
Fotografia: Marcelo Panda
Trilha de abertura: "Rock" (Mario Fabre)

Convidado: Thomas Pappon (Voluntários da Pátria, Fellini, Smack e The Gilbertos)

ASSISTA AQUI

Cesar Gavin e Thomas Pappon

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Quem é Pamela? Finho comenta a faixa do 365




Programa Vitrola Verde
Direção e apresentação: Cesar Gavin
Fotografia: Marcelo Panda
Trilha de abertura: "Rock" (Mario Fabre)

Convidado: Finho (cantor, músico, compositor e poeta). Foi integrante da banda  365, MMDC, além e manter a carreira solo

A faixa "Pamela" foi gravada pela banda 365 na coletânea inglesa "Oi! It's a World Invasion, vol. 2". Finho comenta em quem a composição foi baseada.

ASSISTA AQUI





A história do Centurias e o álbum SP Metal (1984)



Programa Vitrola Verde
Direção e apresentação: Cesar Gavin
Fotografia: Marcelo Panda
Trilha de abertura: "Rock" de Mario Fabre

Convidado: o baterista Paulão Thomaz (banda Kamboja, ex-Centurias)