segunda-feira, 4 de julho de 2016

Vários artistas: Vou tirar você desse lugar - Tributo a Odair José

Allegro Discos, 2006 

O cantor e compositor Odair José, considerado um ícone da música brega, ganhou uma homenagem de diversas bandas modernas com um CD de regravações lançado recentemente.  O álbum "Vou Tirar Você Desse Lugar -- Tributo a Odair José" reuniu 18 artistas consagrados e independentes do pop-rock nacional, como os paulistas do Sufrågio e Los Pirata, os mineiros do Pato Fu, os cariocas dos Picassos Falsos, os pernambucanos do Mundo Livre e o maranhense Zeca Baleiro.  "Quem ouve o disco vai ver um Odair que as pessoas não conheciam. Com bandas independentes isso fica melhor ainda, pois se tem mais liberdade de criação", disse Odair em entrevista à Reuters, por telefone desde Fortaleza, onde participava de uma turnê.

O tributo foi idealizado pelo Sandro Rogério Lima Belo, dono do selo goiano Allegro Discos, com o intuito de produzir um disco de "fã para fã", nos moldes das edições de luxo bastante comuns nos Estados Unidos, Europa e Japão.  "Dentro do que rotulamos como cafona, o Odair é, para mim, quem tem a obra mais interessante e desconhecida", contou Belo.

Odair José despontou no cenário musical no início dos anos 1970 e em menos de dez anos havia vendido cerca de 66 milhões de discos. Suas músicas mantinham forte apelo popular, ao mesmo tempo que abordavam temas-tabu para uma sociedade ainda reprimida pelo regime militar.  Para Tatá Aeroplano, vocalista do Jumbo Elektro, Odair tocava em feridas que nenhum artista romântico tocava na época.  "Ele era considerado um cantor brega, mas suas músicas passavam uma série de mensagens muito interessantes", disse Tatá, citando a canção "Vou Tirar Você Desse Lugar", sobre um homem que se apaixona por uma prostituta e quer levá-la para casa.  Já na polêmica e censurada "Uma Vida Só (pare de tomar a pílula)", o cantor ia de encontro com a campanha do governo a favor do uso da pílula anticoncepcional ao dizer "todo dia a gente ama/ mas você não quer deixar/ o fruto desse amor nascer/ (...) pare de tomar a pílula/ porque ela não deixa nosso filho nascer".

NOVAS SONORIDADES  Como o repertório original de Odair nunca havia sido lançado em CD, Sandro Belo digitalizou os primeiros discos do cantor e enviou com um convite para bandas que pudessem se interessar em participar do projeto.  "Só fiz uma recomendação, que não fizessem algo caricato e que mantivessem a essência das músicas", disse Belo.  Por todo o tributo pôde-se observar a obra de Odair preservada, porém acrescida do estilo característico de seus novos intérpretes.  A música "E Ninguém Liga Pra Mim" ganhou a sonoridade do temerin utilizado por Bianca Jhordão, vocalista do Leela. O Mombojó transpôs as escaletas e batidas pós-mangue beat para "Ela Voltou Diferente", enquanto o trio Los Pirata manteve seu country-surf-punk com letras em portunhol em "Cotidiano n 3", faixa do LP "Amantes", lançado na Argentina em 1974.

Após ouvir a homenagem, Odair elogiou a escolha das músicas. "Fiquei lisonjeado. É muito legal ver o Pato Fu cantando a primeira música que gravei na vida, por exemplo", disse o cantor, referindo-se à canção "Uma Lágrima", de 1969.  Para Fernanda Takai, vocalista da banda mineira, "o projeto é uma forma da gente realmente colocar um outro foco na obra de um dos representantes desse tipo de música, que por muitos é considerada cafona e sem qualidade".

O tributo contém ainda um encarte com fotos do acervo pessoal de Odair José, um texto de apresentação escrito por Paulo César de Araújo, autor do livro "Eu não sou cachorro, não", com uma breve biografia do cantor. 

1. Vou Tirar Você Desse Lugar – Paulo Miklos 
2. Vida Que Não Para – Suzana Flag 
3. Uma Lágrima – Pato Fu 
4. Eu Queria Ser John Lennon – Columbia 
5. Ela Voltou Diferente – Mombojó 
6. Eu, Você E a Praça – Zeca Baleiro 
7. Deixe Essa Vergonha De Lado – Mundo Livre S/A 
8. Foi Tudo Culpa Do Amor – Suite Super Luxo 
9. Nunca Mais – Shakemakers 
10. E Ninguém Liga Pra Mim – Leela 
11. Cadê Você – Sufrágio 
12. Esta Noite Você Vai Ter Que Ser Minha – Picassos Falsos
13- A Maçã e a Serpente  - Poléxia
14- A Noite Mais Linda do Mundo - Jumbo Elektro
15- Uma Vida Só - Arthur de Faria e Seu Conjunto
16 - Que Saudade de Você - Terminal Guadalupe
17- Vou Contar de Um a Três  - Volver
18- Cotidiano nº 3 - Los Pirata

Álbum na íntegra

Nenhum comentário:

Postar um comentário