quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Baranga - "O 5º dos Infernos"

Baranga - Divulgação / reprodução do site: http://barangarock.com.br


Realmente "O 5º dos Infernos" é um chute na cara!

Há muito tempo atrás...
Antes de escrever esta resenha, peço licença ao leitor para relatar uma curiosidade pessoal com o grande baterista Paulo Thomaz, um dos maiores aqui do Brasil que vi tocar. Pois desde criança frequento sua casa / estúdio, época em que ele tocava com o grupo Centúrias, uma das bandas precursoras do Heavy Metal do nosso país.

A primeira vez que ouvi Iron Maiden foi na casa dele. Ano de 1981, eu tinha 11 anos e estava com os bateristas Regis Tadeu e Charles Gavin. Ninguém sabia quem era Iron Maiden e o Paulão trouxe pra gente a raridade. Foi impactante! Olhem só o que virou a banda.

Anos mais tarde, em 1995, Paulão ajudou a produzir  uma demotape da minha banda Jacqueline que foi gravada no seu estúdio.

Vamos para o inferno!
Como diria, meu amigo Gastão Moreira (ex-VJ da MTV), é porrada na arelha, meu!  Realmente é um chute na cara, título da primeira faixa de "O 5º dos Infernos" (Voice Music, 2013) do grupo Baranga, que lança seu quinto álbum com puro Rock and Roll / Hard Rock cantado em português ou em brasileiro como eles mesmos dizem.


Sugiro você ouvir o disco bem alto a noite inteira até a cidade acordar. Destaque para a qualidade do som que foi produzido por Heros Trench e para a captação de áudio da bateria realizada por Marcello Pompeu, ambos integrantes do genial Korzus. Em "Limpa Trilhos" os timbres das guitarras de Xande e Deca e o baixo de Ricardo “Soneca” Schevano mostram o peso do som, que nos fazem curar das feridas da música popular que toca diariamente nas rádios nacionais.

Ouça sucessivamente!







Nenhum comentário:

Postar um comentário