segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Sepultura e Zé Ramalho ("Zépultura") no Rock in Rio



Ontem foi o segundo dia de Heavy Metal no Rock in Rio. E mais uma vez o Sepultura mostrou que está um passo a frente da música universal. Misturou seu Speed Metal com o Folk Rock, Forró e MPB de Zé Ramalho, que gravou discos antológicos como os dois primeiros álbuns de títulos homônimos, "Nação Nordestina" e "Paêbirú" (este piscodélico e raríssimo ao lado do Lula Cortez).

Na primeira metade do show, o Sepultura tocou faixas do começo de carreira que fazem parte dos álbuns "Arise", "Chaos A.D." e "Beneath the Remains". Zé Ramalho entrou na metade do show para interpretar seus clássicos "Dança das Borboletas", Admirável Gado Novo", "Jardim das Acácias" e "Mote das Amplidões". Melodias preservadas com o peso das guitarras de Andreas, o grave do baixo de Paulo Xisto, a percussão de Derrick Green e a porrada da bateria de Eloy Casagrande.

Andreas intitulou o show como Zépultura, e foi ouvido em coro pela gigantesca platéia. Aí está a prova de que o Heavy Metal abre fronteiras e invade a música brasileira. Basta abrirmos a mente.
  
Data: 22/09/2013

Set list:
Dark Wood of Error
Inner Self
Propaganda
Dusted
Spit
The Hunt
(New Model Army cover)
Da Lama ao Caos
(Nação Zumbi cover)
A dança das borboletas
(Zé Ramalho cover) (with Zé Ramalho)
Jardim das acácias
(Zé Ramalho cover) (with Zé Ramalho)
Mote Das Amplidões
(Zé Ramalho cover) (with Zé Ramalho)
Em Busca do Ouro
(Andreas Kisser song) (with Zé Ramalho)
Ratamahatta
(with Zé Ramalho)
Admirável gado novo
(Zé Ramalho cover) (with Zé Ramalho)

Nenhum comentário:

Postar um comentário