quarta-feira, 25 de setembro de 2013

DVD com sons ao vivo e histórias dos inevitáveis da banda Tomada

Tomada - Foto: Victor Daguano

É possível fazer rock autoral independente no Brasil

O tempo passou, desde que Pepe Bueno (baixo)  montou a banda há treze anos atrás, que logo em seguida teve como frontman Ricardo Alpendre. Foram três álbuns lançados, muitos shows e histórias inevitáveis de uma tradicional banda de rock. A Tomada é diferenciada por ter um trabalho autoral, cantado em português e totalmente independente, motivo de sobra para ser uma das bandas de rock mais atuantes na Internet.

Tudo registrado com discos e doses, bares em que tocaram e histórias de vizinhos que tiveram seu sono interrompido, além de policiais que precisaram ser acalmados.

O DVD "XII – Estradas, Sons e Estórias na Terra do Rock Tupiniquim", lançado pelo selo Coaxo do Sapo é dividido em quatro partes. Contém um documentário sobre os anos de carreira do grupo, parte de uma apresentação em 2012 no Centro Cultural (São Paulo), todos os clipes realizados, e ainda um making of do terceiro CD, "O Inevitável".

Destaque para a faixa "Catarina" (Pepe Bueno, Ricardo Alpendre e Fabio Cascadura), uma das minhas preferidas que tem videoclipe e ao vivo numa versão mais acústica filmada no Centro Cultural São Paulo.

A formação atual da banda é Pepe Bueno (baixo) e Ricardo Alpendre (voz), Paulo Navarro (bateria), Mateus Schanoski (teclado) e Vagner Nascimento (guitarra).

Nenhum comentário:

Postar um comentário